Encerramento de ano letivo na Santa Casa da Misericórdia

 

No dia 2 de julho, pais, encarregados de educação, familiares e amigos vivenciaram o trabalho final do Projeto Educativo Aliment’Arte, que há quatro anos tem vindo a ser desenvolvido pelos educadores, técnicos, colaboradores, crianças e jovens da valência CIJ (Centro de Infância e Juventude) da Santa Casa da Misericórdia de Oliveira do Bairro.

Ao longo dos quatro anos de vigência deste Projeto, os subtemas foram diversificados de maneira a dar resposta ao desenvolvimento harmonioso e sereno dos clientes que frequentam a Instituição.

Este ano, a festa desenvolveu-se à volta do subtema “Criar”, mais direcionado para o desenvolvimento da criatividade e das artes.

Pelo palco do polidesportivo, desfilaram o Rei e a Rainha que traziam consigo a “Humanidade”, que acabara de nascer, seguidos do Bobo, que com as momices divertidas, foi convidando as “Fadinhas” da Cor, da Luz, do Som, do Movimento, da Forma e das Histórias a entrar nesta Festa. As Fadas, auxiliadas pelos artistas de palmo e meio, presentearam a Humanidade com o dom das sete Artes.

A arte nasce do sonho e é possível tornar esse sonho real com o empenho, a criatividade e a ação de todos quantos a ela se dedicam para embelezar a vida da Humanidade.

O final apoteótico, ao som da voz de Manuel Freire, que deu voz às palavras do poeta António Gedeão, deixou bem marcada a mensagem que o CIJ quis passar para a comunidade: “O sonho é uma constante da vida tão concreta e definida como outra coisa qualquer…” e é, através do sonho que “…o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança”.

O espaço da “Floresta Encantada” acolheu todos os que quiseram terminar este dia com um almoço convívio em que reinaram a alegria, a satisfação e o valor da partilha.